- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Rev. Leandro Lima deturpa arminianismo

Desta vez foi o Rev. Leandro Lima que se equivoca sobre o arminianismo. Ele afirma que o Arminianismo defende uma “Depravação Parcial”.

Vejamos pelas suas próprias palavras:

No Arminianismo, o ser humano, o homem não é totalmente pecador, ele é parcialmente pecador. Ele não é totalmente depravado, mas parcialmente depravado...”

Agora veja as palavras de Armínio:

“Em seu estado pecaminoso e caído, o homem não é capaz, de e por sim mesmo, quer seja pensar, querer ou fazer o que é, de fato, bom; mas é necessário que seja regenerado e renovado em seu intelecto, afeições ou vontade e em todas as suas atribuições, por Deus em Cristo através do Espírito Santo, para que seja capaz de corretamente compreender, estimar, considerar, desejar e realizar o que quer que seja verdadeiramente bom. Quando ele é feito um participante dessa regeneração ou renovação, eu considero que, uma vez que ele é liberto do pecado, ele é capaz de pensar, desejar e fazer o que é bom, mas, entretanto, não sem a contínua ajuda da graça de Deus.¹”

Mais uma vez Armínio falando:

“Neste estado [de queda], o livre-arbítrio do homem está ferido, mutilado, doente, curvado e enfraquecido para a realização de qualquer bem verdadeiro […] está preso, destruído, e perdido. Suas habilidades estão debilitadas e são inúteis a menos que seja [o homem] assistido pela graça divina.²”

1. Roger Olson, Teologia Arminiana: Mitos e Realidades (São Paulo, Reflexão, 2013), p. 53.

2. Zwínglio Rodrigues, Uma Introdução ao Arminianismo Clássico: História e Doutrinas (São Paulo, Reflexão, 2015), p. 39.

Via Facebook. Autor: Luiz Paiva

[1] [2]Compartilhar [3]