Esqueceu a senha?

Revista gay louva Jeb Bush

por Julio Severo - dom jan 18, 4:07 pm

jeb_bush_flag_ap_img

Jeb Bush, a esperança dos conservadores americanos nas próximas eleições presidenciais dos EUA, está flertando com a agenda gay.

Estes não têm sido bons tempos para os conservadores. No ano passado, LaBarbera foi detido pelo governo “conservador” do Canadá. Mais recentemente, o conservador George W. Bush descreveu Bill Clinton como um “irmão de outra mãe.” E agora, o irmão biológico dele é louvado por uma revista homossexual.Num artigo esclarecedor intitulado “Why the Gay Agenda Is Praising Jeb Bush” (Por que a Agenda Gay Está Louvando Jeb Bush), Peter LaBarbera diz: “Está ficando evidente que Jeb Bush é o candidato presidencial favorito do Partido Republicano da ‘fonte de notícias gays’ da revista Washington Blade, D.C. — devido ao fato de que ele teve uma evolução politicamente correta sobre homossexualidade e ‘casamento’ de mesmo sexo. O Blade e outros meios de comunicação esquerdistas fazem reportagens favoráveis toda vez que o ex-governador da Flórida [Jeb Bush] se afasta da plataforma conservadora pró-família republicana que defende o casamento entre um homem e uma mulher.”

O que está acontecendo com as personalidades conservadoras políticas nestes dias? Publicações homossexuais normalmente louvam personalidades esquerdistas, não “conservadoras.” Contudo, em 2013, o Papa Francisco foi escolhido como “Personalidade do Ano” pela maior revista gay do mundo. O mundo conservador está ficando pró-sodomia?

A única grande personalidade política que vem sendo atacada pelas revistas homossexuais dos EUA é o presidente russo Vladimir Putin.

Por que uma revista homossexual louvaria Jeb Bush? De acordo com LaBarbera, os ativistas gays adoraram o “tom mais suave” da reação dele quando eles “derrubaram uma emenda constitucional pró-casamento natural da Flórida, a qual havia sido aprovada com 62 dos votos em 2008.” Eis o discurso de Jeb:

“Vivemos numa democracia, e independente de nossas discordâncias, temos de respeitar o Estado de direito… Espero que consigamos mostrar respeito pelas pessoas boas de todos os lados da questão do casamento gay e lésbico — inclusive duplas que fazem compromissos de vida toda um com o outro e que estão buscando maiores proteções legais e aqueles entre nós que acreditam que o casamento é um sacramento e querem proteger a liberdade religiosa.”

LaBarbera diz que algumas centenas de milhares de eleitores republicanos compareceram às urnas para preservar o casamento natural, e Bush diz que a derrubada da lei aprovada é o “Estado de direito.”

Estado de direito homossexual? Tradicionalmente, os socialistas — principalmente do Partido Democrático — apoiam tal “estado.” Agora até mesmo políticos republicanos escolhidos por conservadores estão flertando com a agenda gay?

LaBarbera finalizou dizendo:

“Parece que Jeb Bush não está à altura da responsabilidade, mas ele não está sozinho entre um bando de governadores, políticos e autoridades de mentalidade libertária do Partido Republicano que escolheram fazer concessões, sacrificando princípios morais nessa questão decisiva que fala ao caráter de uma nação — uma nação que afirma estar ‘sob Deus’ enquanto desafia a lei moral dEle e a ordem natural criada.”

Essas incompatibilidades e incoerências assustam e afastam os cristãos conservadores dos demagogos e traidores no Partido Republicano.

Bons conservadores estão deixando o Partido Republicano, pois o Partido Republicano está deixando a eles e aos valores conservadores.

Matt Barber, dono do magnifico portal BarbWire, deixou o Partido Republicano.

O campeão conservador Scott Lively concorreu para governador do estado americano de Massachusetts como candidato independente na última eleição. A propósito, o primeiro estado americano a legalizar o “casamento” homossexual foi Massachusetts sob o governo republicano de Mitt Romney, eleito por conservadores, que foram totalmente traídos por sua escolha política.

Felizmente, o traidor Romney perdeu a última eleição presidencial.

Quantas traições serão suficientes para que os cristãos conservadores despertem da enganação de políticos que iludem?

Precisamos de um exército de Barbers e Livelys — homens com convicções conservadoras sólidas e inegociáveis.

Versão em inglês deste artigo: Gay Magazine Praises Jeb Bush

Fonte: www.juliosevero.com


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement