Esqueceu a senha?

Seria Jesus como um sacerdote humano no céu?

por Pr. João Flávio Martinez - seg abr 30, 8:18 pm

Bem, os adventistas querem acreditar que no céu existe um santuário identico ao que existiu aqui na terra – o que é totalmente inadequado teologicamente falando. Mas vamos a um dos textos que eles tentam usar para substanciar essa ideia:

  • E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro.(Ap 1.13)

Jesus seria literalmente um sacerdote como aqueles do Velho Testamento?

G Ladd explica assim o texto: “… Na visão Jesus estava vestido com vestes talares (um veste que nenhum sacerdote humano jamais usou) com uma cinta de ouro; esta era a vestimenta parecida com a roupa do sumo sacerdote (Ex 28.4; 39.29). Mas os profetas podiam se vestir  de maneira semelhante a eles (Zc 3.4), de maneira que não fica claro se a intenção é de destacar o sumo sacerdócio do nosso Senhor ou simplesmente a dignidade da sua pessoa”. (Apocalipse, Editora Cultura Cristã, 1984, p 27. Ítalos e parênteses nossos).

Norman Champlin complementa a questão: “… semelhante… refere-se a uma linguagem própria das visões… apesar da sua natureza humana, agora glorificada, era mais que mero homem… pelo que se pode presumir que se trata do mesmo ‘filho do homem’ referido no livro de Daniel. Ele se assemelhava a essa augusta figura; sem dúvida era mesmo… Suas vestes eram longas e flutuantes, estendendo-se até os pés (compare com Dn 10.5,6). Suas vestes eram reais e sublimes. O Cristo é o Senhor e o Deus dos homens… Cristo é, figuradamente, o nosso Sumo Sacerdote, e o Deus dos homens. Portanto ele é o Sacerdote Régio ou rei, conforme a ordem de Melquisedeque, o qual era tanto rei como sacerdote.  (O NT interpretado, Champlin, Vol 6, 1998, p 380, Ítalos e parênteses nossos).

Warren W Wiersbe explica algo importante sobre este texto: “… O apóstolo teve uma visão do Cristo glorificado. Apocalipse 1.20 deixa claro que não se deve interpretar essa visão literalmente, pois é constituída de símbolos… é interessante comparar essa visão com a de Daniel”. (Comentário Bíblico Expositivo, W W Wiersbe, Ed Geográfica, 2012, 725).

Então, podemos concluir que Jesus é sim o REAL sumo sacerdote, juiz e rei das suas igrejas. Mas esse sacerdócio celestial era idêntico ao terreno? Não, Ele é a realidade de uma revelação muito superior àquela dada a Moisés – os parâmetros celestiais são infinitamente superiores aos terrenos. O sacerdote humano era apenas uma antropopatia e nada mais. Chega ser risível imaginar algo diferente do simbólico para a interpretação deste breve texto!


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement