Esqueceu a senha?

Sobre o livro “Calvinismo Recalcitrante”

por Pr. João Flávio Martinez - sex set 19, 10:12 am

Capa CalvinismoNa minha ótica bíblica, de acordo com os ensinos de Jesus, o caráter da pessoa é relevante e seu viver expressa seu interior. Mostro no livro que Calvino externou seu caráter em sua doutrina, é só querer e ver. No demais, negar os fatos históricos e documentados, penso não ser uma atitude salutar de cristãos comprometidos com Deus e com a veridicidade, não somos como os católicos que camuflam os dolos do passado e sacralizam seus papas delituosos. O historiador presbiteriano Alderi Souza de Matos corrobora com as pesquisas feitas no meu livro “Calvinismo Recalcitrante”- fato é fato e Calvino foi um déspota e homicida, é triste, mas é verdade.

No demais, somos livres pra nos engodar quanto a uma pessoa ou não, podemos pesquisar e descobrir a verdade, ou nos contentarmos com o que querem nos impor. Pra mim, nem Calvino e nem sua doutrina eram bíblicas (referente à problemática do determinismo). O Calvinismo nunca foi crido pela igreja primitiva, a patrística está ai pra quem quiser examinar e constatar. Quanto a minha afirmação que o fatalismo determinista é pagão, não é elucubração subjetiva, mas o concílio de Orange (529) condenou a dupla predestinação e o fatalismo como – “anátema e pagão“, ou seja, ao fazerem assim arguiram completamente a TULIP do calvinismo e a renegaram. Claro, os calvinistas lutam por não querem ver os fatos. Repito e reitero: cada um pode acreditar no que quiser, pois somos livres pra isso.

Como já explicitei, meu breve livreto foi insuficiente pra externar todas as claudicações do calvinismo, então recomendo a Leitura das seguintes obras:

  •  “O Outro Lado do Calvinismo” – Vance;
  • “Teologia Arminiana” – “Contra o Calvinismo” – “História da Teologia Cristã” – Olson;
  • “Eleitos, Mas Livres” – “Teologia Sistemática, Vol. 1 e 2” – “Enciclopédia de Apologética” – Norman Geisler;
  • “Que Amor é Este?” – “O Dia do Juízo” – Dave Hunt;
  • “A Excelência da Nova Aliança em Cristo” – Orton Wiley
  • “A Doutrina da Salvação” – Gibbs;
  • “A Gênesis da Predestinação” – Thiago Titilo;
  • “Em Guarda” – W. Craig;
  • “A Doutrina da Predestinação”, Severino Silva;
  • “Comentário Bíblico Moody”.
  • “Calvinismo X Arminianismo: Quem está com a razão? Biazoli, l.

Quem quiser maiores informações, pode acessar também a coluna de debates do CACP – clique aqui

No demais, é saudável quando vejo calvinistas fazerem uma nova releitura. Isso é ótimo e oro para que mais e mais calvinistas revejam seus conceitos cristocêntricos.

Forte abraço a todos.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

9 Comentários

Comentários 1 - 9 de 9Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Quando se lê o livro de Lutero “Nascido Escravo”, descobre-se que ele era tão predestinista quanto Calvino, e isto antes de Calvino se tornar Protestante.  Mas tanto este quanto aquele são acusados de cometerem crimes.  Mas isto não anula sua obra de Reforma. 

    1. Lutero e o luteranismo não se tornaram calvinistas… Melanchaton distanciou-se muita da doutrina da predestinação fatalista. E mesmo Lutero nunca acreditou na dupla predestinação. E sim, Lutero e Calvino foram paradigmas de péssima qualidade – escrito pelo Pr. Martinez

    2. eu creio na predestinação divina sobre os homens, basta ler Efésios, isso porque Deus sabe o futuro, é nisto que Lutero cria. Lutero fez o bem nosso fazendo a reforma, porém não vigiou fez-se reprovado. Calvino foi mais crápula ainda, fazendo um esterco de teologia até hoje. 

  2. Você disse tudo : Cada um acredita no que quiser, mas o Espírito Santo ajuda nessa busca de posicionamento 

  3. O Comentário Moody me parece ser calvinista em alguns comentários, ou no mínimo tenta forçar aquele tal “compatibilismo misterioso” entre a soberania de Deus e a liberdade humana. Eu tenho uma versão antiga desse comentário. De qualquer forma é um bom comentário se retermos o que é bom.

  4. Calvino não foi “canonizado” e nenhum protestante se declara seguidor de homem algum.  Podemos admirar o trabalho de Calvino, mas isso não faz dele inerrante ou infalível.  Eu, por exemplo, conheci as doutrinas da predestinção/eleição/soberania da graça lendo a da Bíblia.   

  5. ninguem disse que calvino foi canonizado, pela história ele foi um crapula. se quiser “admirar” o trabalho dele, é problema seu, eu detesto.A predestinção/eleição/soberania tem base biblica, PORQUE DEUS SABE O FUTURO, e NÃO PORQUE ESCOLHE ARBITRARIAMENTE.
    João 3:16 

    1. Algumas pessoas confundirem a obra  com o autor da mesma. Mesmo que Calvino tenha sido um déspota não anula sua participação no desenvolvimento teológico em questão.Em relação
      a predestinação ou eleição eu  posso não compreende-la mas dizer que não é bíblica ,    

    2. Calvino déspota porque odiava as pessoas que lhe argumentavam na Palavra. calvinismo não é bíblico, contudo predestinação/eleição são bíblicos, Efésios, a questão herética é que calvino criou um deus arbitrário que contradiz Jo 3:16 “..todo aquele que o receber [Jesus] tem a vida..”

Comentários 1 - 9 de 9Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement