Esqueceu a senha?

Temos um Cristo cósmico?

por Artigo compilado - dom set 10, 11:07 am

Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Mateus 24.23,24

ESTES VERSÍCULOS SERVEM DE ARGUMENTO À IDEIA DE QUE TODOS TEMOS DENTRO DE NÓS O “CRISTO CÓSMICO”?

Os adeptos da Nova Era creem que nesta passagem Jesus está refutando a ideia de que Deus ou Cristo estão separados da humanidade, e aqueles que sugerem tal separação são falsos profetas. “Jesus preveniu que se levantariam falsos Cristos e falsos profetas, proclamando um Messias de carne e sangue, que podia ser localizado no tempo e no espaço, dizendo: ‘Veja, aqui está o Cristo!’ ou ‘veja, Ele está lá!’ Mas o Mestre disse: não acrediteis, não vades, porque o reino de Deus está dentro de vós” (Elizabeth C. Prophet, 1988, pág. 56).

RESPOSTA APOLOGÉTICA: O termo grego empregado para Cristo (Christos) significa “o ungido”, e é um paralelo direto para o termo hebraico empregado para Messias. “Messias” e “Cristo” referem-se à mesma pessoa. João 1.41 diz que André dirigiu-se a seu irmão Simão e disse-lhe: “Achamos o Messias (que, traduzido, é o Cristo)”. Todas as profecias messiânicas no Antigo Testamento apontam para a vinda de uma só pessoa, que é o Messias, ou o Cristo (Gn. 3.15; Is. 7.14; Mq. 5.2).

Jesus sempre fez de sua identidade como ‘Cristo’ um tema fundamental da fé (Mt. 16.13-20 e Jo. 11.25-27). E quando Ele foi reconhecido como o Cristo, jamais disse às pessoas: “Vocês também possuem o Cristo em seu interior”. Pelo contrário, Ele os preveniu que outros se apresentariam falsamente dizendo ser o Cristo (Mt. 24.4-5,23-25). Semelhantemente, quando os líderes judaicos procuraram apedrejar Jesus para matá-lo, por ter se identificado como o Messias prometido, e como Deus, Ele não lhes disse: “Oh, não, vocês compreenderam mal, vocês também são Cristos e vocês também têm Deus dentro de si mesmos”. Ao invés disso, Jesus continuamente afirmava ser Ele o único Messias, ou único Cristo.

Bibliografia:

“A Importância da Ressurreição de Jesus”, estudo do Pr. Natanael Rinaldi.

Analisando as Traduções da Bíblia, Severino Celestino da Silva, Editora Ideia, 11ª edição, 2014.

“A Ressurreição Corporal de Jesus”, estudo do Pr. Natanael Rinaldi.

Bíblia Apologética, ICP, 2000.

Heresias e Modismos, Pr. Esequias Soares, CPAD, 1ª edição, 2006.

O Livro dos Espíritos, Allan Kardec. Editora Petit, 2ª edição, 2001.

“O Mito do Ano 1914”, estudo do Pr. Natanael Rinaldi.

O Novo Testamento, Haroldo Dutra Dias, FEB, 1ª edição, 2013.

“Por Que Expor os Erros das Seitas”, estudo do Pr. Natanael Rinaldi.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement