Esqueceu a senha?

Terrorista tinha imagens de Bin Laden e do EI

por Artigo compilado - seg jul 18, 4:43 pm

Terrorista de Nice armazenava imagens de Bin Laden e do EI

Apesar do interesse de Mohamed Bouhlel pelo jihadismo, as investigações ainda não encontraram laços diretos com grupos extremistas

Identidade de responsável pelo ataque terrorista em Nice, na França (Daily Mail/Reprodução)

O terrorista que causou 84 mortes na quinta-feira passada em Nice, na França, tinha baixado em seu computador há poucas semanas imagens que mostravam seu interesse no extremismo islâmico. Os arquivos continham cenas extremamente violentas de crimes cometidos pelo Estado Islâmico (EI), como decapitações, além de fotos dos líderes jihadistas Osama bin Laden e Mokhtar Belmokhtar.

De acordo com o promotor francês François Molins, até o momento não foi encontrada qualquer prova de que o franco-tunisiano Mohamed Lahouaiej Bouhlel tenha jurado lealdade ao EI nem que tivesse contato com membros da organização. As evidências, porém, indicam que o autor do ataque tinha um “interesse certo, mas recente” pelo movimento jihadista, afirmou o promotor. “A radicalização pode produzir-se rapidamente quando é dirigida a mentes perturbadas”, comentou Molins.

Na última quinta-feira, Bouhlel avançou com um caminhão contra uma multidão de pessoas em Nice que assistia à queima dos fogos, em comemoração ao Dia da Bastilha, feriado nacional. O incidente deixou centenas de feridos em estado grave, incluindo diversos estrangeiros e crianças.

Governo criticado

A confiança popular na capacidade do governo do presidente da França, François Hollande, para combater o terrorismo despencou após o ataque Nice, segundo uma pesquisa de opinião divulgada nesta segunda-feira. A sondagem publicada pelo jornal Le Figaro mostrou que apenas 33 por cento dos entrevistados têm confiança na capacidade do governo para enfrentar o terrorismo, uma queda acentuada em comparação aos 50 por cento ou mais registrados na sequência de dois grandes atentados no ano passado.

(Com Reuters e EFE)

Extraído do site da Veja em 18/07/2016


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement