Esqueceu a senha?

Tito 1.12 seria um paradoxo?

por Norman Geisler - sex fev 15, 2:25 pm

TITO 1.12 – Nesse versículo, Paulo não se envolve num paradoxo ou numa contradição?

Um deles, seu próprio profeta, disse: Os cretenses são sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos.

PROBLEMA

Paulo citou um cretense “que disse: Cretenses, sempre mentirosos…” (Tt 1.12). Mas se isso foi dito por um cretense, e se os cretenses são sempre mentirosos, então essa pessoa também mentiu. E se esse cretense mentiu quando disse que os cretenses são sempre mentirosos, então os cretenses nem sempre mentem, e há uma mentira na Escritura. Se, por outro lado, esse cretense falou a verdade a respeito dos cretenses, então não é sempre que os cretenses mentem, pelo menos esse cretense não mentiu. Seja como for, por incorporar essa afirmação à Escritura, o apóstolo parece ter incluído nela uma mentira.

SOLUÇÃO

Paulo deve ter visto esse dilema, e depressa acrescentou: “Tal testemunho é exato” (v. 13). Em outras palavras, os cretenses geralmente mentem, mas pelo menos nessa ocasião particular um cretense proferiu uma verdade, quando caracterizou os cretenses como mentirosos. Dessa forma o paradoxo é quebrado, e nenhuma mentira é então incluída na Escritura.

————-

Extraído do livro MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia. Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Duas ilhas gregas daquela época não tinham boa fama : Lesbos e Creta …
    o termo “lésbica” veio por causa das mulheres da ilha de Lesbos serem homossexuais, e o termo “cretino” veio justamente por causa dos indivíduos de Creta eram uns imbecis e mentirosos.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement