Esqueceu a senha?

TJs e mais um boletim de ocorrência por causa do sangue

por Pr. João Flávio Martinez - sex set 05, 12:09 am

doasangueA matéria abaixo foi extraída do Jornal Diário da Região de SJ Rio Preto, SP, do dia 04/09/2014 – diz o seguinte:

Uma família de Testemunhas de Jeová impediu que uma mulher de 37 anos recebesse transfusão de sangue e a retirou da Santa Casa de Rio Preto. A paciente, que veio de Recife, estava com um mioma, que provoca sangramento no útero, e grau de anemia acentuado.
De acordo com o médico cirurgião geral do hospital, que atendeu a paciente e pediu para o nome não ser divulgado, a mulher passou por consulta, na clínica dele. “Eu não sei por que me procurou. A família disse que era do Recife e que os médicos não queriam operar a paciente lá. Olhei os exames e vi que o caso era grave.”
O médico aconselhou que a mulher fosse internada e operada, com urgência. “Enquanto ela era preparada para o procedimento, no centro cirúrgico, chegou o resultado do exame de sangue. Além do mioma, ela estava com uma anemia acentuada e precisava de transfusão de sangue”, conta o cirurgião geral.
A família foi comunicada pelo médico da necessidade da transfusão. Durante meia hora, eles discutiram sobre a necessidade do procedimento. “Eles disseram que não autorizariam a transfusão. Eu tentei convencer que o quadro clínico dela era grave e precisaria de sangue. Escutei de um dos parentes que ‘se for para morrer, é melhor que ela morra em casa, em nome de Jeová, mas não será feita a transfusão’.”
Diante da recusa do procedimento, a família foi obrigada a assinar um termo de responsabilidade. “Não deu tempo de transferir a paciente para outro hospital. Eles simplesmente pegaram a paciente e foram embora. Eu não podia fazer o procedimento sem a autorização da família, diante do fanatismo religioso da parte”, disse o médico.
Segundo o provedor da Santa Casa, Nadim Cury, o atendimento da paciente foi realizado no sistema particular. “Todo o dinheiro que foi pago pela internação e procedimento foi devolvido para a família. Essa situação é muito rara de acontecer. Não podíamos fazer nada diante do posicionamento deles”. O diretor não informou o valor pago.
O cirurgião geral do hospital registrou um boletim de ocorrência de “preservação de direito” e acusou a família de omissão de socorro. “Eu trabalho para salvar vidas e elas têm de estar acima de qualquer religião. Não podia fazer nenhum procedimento forçado, mas alertei que o caso era grave e que a paciente corria risco de morte. Não faço ideia de onde ela esteja nem se está viva. Espero que sim.”

 

  • Refutação Apologética:

Afirmam as Testemunhas de Jeová (TJs) sobre o sangue: “Transfusões violam a santidade do sangue”; “Questão de salvar vida não justifica violar a lei de Deus” (Tradução do Novo mundo – TNM , apêndice doutrinário pág.1660 – Ed. de 1986) “…as pessoas que vivem segundo a vontade de Deus não aceitam transfusões de sangue, mesmo que outros insistam que isso lhe salvaria a vida” (Conhecimento que Conduz a Vida Eterna – Pág.129)

As TJs entendem que no sangue está a vida da alma, por isso, se depender deles, não doam nem recebem sangue, nem que isso custe à vida. Eles acreditam (pasmem!) que não podemos adorar a Deus com toda a nossa alma, pois segundo entendem, a alma é o próprio sangue.

Existe um livrete: “Sangue, Medicina e a Lei de Deus”, onde fazem apologia da posição assumida quanto à doação ou recepção de sangue.  As TJs, ao afirmarem que não podemos doar sangue, cometem vários equívocos, provam sua falta de amor ao próximo, de conhecimento e sobre tudo sua terrível ignorância em relação às verdades bíblicas – Em nenhum lugar da Bíblia encontraremos a proibição para tal.

Fatos sobre a palavra alma

Existem três palavras diferentes empregadas no grego para designar “vida” ou “alma”: 1) bios, 2) Psiquê, 3) zoe. Todas elas descrevem a vida da alma, mas exprimem significados bem diferentes. Bios refere-se aos meios de vida ou subsistência. Zoeé a vida mais elevada, a vida do espírito. Sempre que a Bíblia fala de vida eterna ela usa esta palavra Zoe. Psiquê refere-se à vida animada do homem ou vida da alma. No antigo testamento a palavra hebraica para alma – nefesh – é usada igualmente para vida da alma. Vejamos então:

 Como sendo sangue (Bios): Gn.9:4-5; Dt.12:23, LV.17:11, Lv.17:14…

No sentido de alma(Psiquê) que é a mente (Pv 19.2, Sl 13.2, Sl 139.14, Lm 3.20, Pv 2.10, Pv 3.21-22, Pv 24.14…), as vontades (ICr 22.19, Jr 44.14, Jó 6.7, Jó7.15,…),  emoções (I Sm 18.1, Ct 1.7, II Sm 5.8, Zc 11.8, Dt 6.5, Jó10.1, Sl 107.18, Sl 84.2, Mt 26.38, Lc.1.46, Jo 12.27, II Pe 2.8…).

Jesus Cristo – o grande doador de sangue

A Bíblia mostra o contrário do que é ensinado pelas TJs e diz que Jesus Cristo também transferiu o seu sangue na cruz do calvário (leia Mt  26.27-28). No texto de Mateus Jesus manda que os discípulos tomem o vinho como sendo o seu sangue – “…bebei dele todos…isto é meu sangue”.  Jesus além de ensinar a receber o seu sangue mandou que imitássemos seus atos e dele aprendêssemos, leiamos: “… e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração…” (Mt 11.28-29). Arriscaríamos até dizer que Jesus foi o primeiro grande doador de sangue. Além do que, se o sangue é a vida, então a Bíblia manda realmente doarmos sangue – Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos” (I Jo 3.16).

Explicando Atos 15.29 

“Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição; e destas coisas fareis bem de vos guardar. Bem vos vá”.

As TJs interpretaram, por algum tempo, que o texto se referia à vacinação. A vacinação era considerada violação do pacto eterno que Deus fez com Noé, baseando sua interpretação em Gn 9.1-17. (The Golden Age. 4-2-1931. P. 293, hoje, Despertai!) Essa interpretação foi abandonada, conforme publicação de A Sentinela, de janeiro de 1954, p. 15. Mais tarde, foi proibido o transplante de órgãos, com a interpretação de que  um transplante de órgãos equivalia a uma transfusão de sangue, sendo ambas as práticas proibidas. Deus permitiu que os humanos comessem carne animal… Será que isto incluía comer carne humana…? Não! Isso seria canibalismo, costume repugnante a todas as pessoas civilizadas. (A Sentinela , de 1 de junho de 1968, p. 349). Posteriormente, essa proibição foi revogada com a seguinte alegação: Embora a Bíblia proíba especificamente a ingestão de sangue, não há  nenhuma ordem bíblica que proíba especificamente receber outros tecidos humanos (A Sentinela, 1 de setembro de 1980, p. 31). Permanece a proibição da transfusão de sangue, a qual teve início em 1945. Nesse mesmo ano, a revista Consolação, hoje  Despertai!, publicou o seguinte: Deus nunca justificou determinações que proíbam o uso de medicina, injeções ou transfusões de sangue. É uma invenção de homens que agem como os fariseus, deixando de fora a misericórdia  o amor a Jeová. Servir a Jeová não exclui o nosso raciocínio, especialmente quando se trata de uma vida humana que está a serviço dele. (Consolação , setembro de 1945, p. 29, edição em holandês). O texto em tela (At 15.20,28) só proíbe comer sangue de animais (Lv 17. 3,10-13). Pode-se matar o animal para alimento, mas não se deve comer o sangue. O v. 13 torna claro que se trata de caça de animal ou de ave que se come. As Testemunhas de Jeová argumentam que: a título de comparação, considere o caso de um homem a quem o médico dissesse que precisa abster-se do álcool. Estaria ele obedecendo à ordem, se deixasse de beber álcool, mas fizesse que este lhe fosse injetado diretamente nas veias? (Raciocínios à Base das Escrituras. STV. 1985. P. 345).  Ora, se o médico proíbe o álcool, é claro que tanto por via oral como por via venal o efeito pode ser o mesmo, mas se a proibição diz respeito ao álcool, não se pode incluir o suco de laranja. Assim, a proibição está restrita ao sangue dos animais como alimento e não ao sangue humano como medicamento.

Um diálogo sobre a questão do Sangue

Um dia falando com um jeovista sobre a problemática do sangue, fiz a seguinte pergunta:

– É  errado doar e receber sangue? 

Ele disse:

– Sim, é totalmente errado. 

Daí eu perguntei:

– E doar órgãos ou receber um órgão é proibido?

Meio desconfiado, respondeu:

– Claro que não.

Então eu retruquei:

– Como receber um fígado ou um coração de um doador sem receber frações de sangue?

Silêncio. Então continuei:

– Entendi, a questão está na “quantidade” de sangue então. 

O diálogo acima é constrangedor para as TJs, pois antigamente não era permitido receber órgãos de um doador, isso era considerado canibalismo: – “… Aqueles que se submetem a tais operações (aos transplantes) estão assim a viver à custa da carne de outro humano. Isso é canibalismo.” (A Sentinela, 15/11/1967, pág. 702 – em inglês)

Hoje mudou: – “No que se refere ao transplante de tecido ou osso humano de um humano para outro, é um caso de decisão conscienciosa de cada uma das Testemunhas de Jeová. […] não há nenhuma ordem bíblica que proíba especificamente receber outros tecidos humanos […] É um assunto para decisão pessoal […] A comissão judicativa da congregação não tomaria nenhuma ação disciplinar, se alguém aceitasse o transplante dum órgão.” (A Sentinela, 01/09/1980, pág. 31)


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

8 Comentários

Comentários 1 - 8 de 8Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Sou Feliz por te me Afastado do Grupo Testemunha de Jeová e te parado de seguir essas proibições Não Bíblicas como a Proibição de transfusão de sangue.

    1. Amém, Frankmar. Que nosso Amigo Jesus continue a te guiar no verdadeiro caminho.

  2. Lv 17: 11-14 Sangue não é alma, é um principio de vida, vide “Então Raquel, ao sair-lhe a alma {porque morreu}” Gn35:18. Abster-se carne sufocada e sangue é um ativo do A.T.
    Mas em At 15:28,29 foi um “parecer” condicional e não uma ordem para gentios na Igreja. 

  3. At 15:28,29 “da fornicação” este sim é um ativo moral, anteriormente explanado por Jesus, No magistério do apostolo Paulo e Pedro foi posteriormente excluido a guarda de alimentos “não considere impuro o que Deus purificou” desde que não fosse sacrificado a idolos.

  4. A intenção de Deus no A.T de proibir a ingestão sangue era a valorização da vida, naquele tempo um vingador matava outro por um olho e dente. Paulo recomendou Timoteo a ingestão vinho+agua por causa de problemas estomacais, transfusão de sangue para salvar vida é pecado? não é!

  5. Eu sofro com essa seita TJ,pois minha família está cega e acredita nos estudos que são feitos por eles.acada dia descubro coisas novas sobre essa seita.com fé em deus minha família vai se converter para honra e gloria do senhor Jesus

  6. são perigosos mentirosos fingem ser pessoas amigáveis mas são lobos em pele de cordeiro. 

  7. E pensar que vim parar aqui para ver um artigo sobre a intolerancia do Islã… preconceito e difusão de mentiras também geram intolerancia… assim como clérigos e lideres evangelicos que sussuram aos politicos e magistrados a intolerancia. Colhe-se o que se planta.

Comentários 1 - 8 de 8Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement