Esqueceu a senha?

TJs: “Jesus não estava fazendo-se Deus”

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - qua fev 18, 1:23 pm

tj jws

Argumento das Testemunhas de Jeová: “Mas, quem disse que Jesus estava fazendo-se igual a Deus ? Não foi Jesus. Ele se defendeu contra…acusações falsas de judeus que, como os trinitaristas, estavam tirando falsas conclusões!” (Deve-se Crer na Trindade ? pág. 24,25) 

COMO REFUTAR

A Sociedade Torre de Vigia talvez ao apresentar um argumento tão descabido como esse não levou em conta que não foi os judeus que afirmava que Jesus era Deus mas foi o próprio apóstolo João quem o chamou de tal. Esse trecho é uma narrativa interpretativa do apóstolo e não uma declaração direta da boca dos judeus, era João narrando e interpretando ao mesmo tempo, está mais que evidente na estrutura da sentença. Ele só diz que os judeus procuravam matá-lo, mas o PORQUE, de o matá-lo é o próprio apóstolo que interpreta e narra. E ele afirma sem sombra de dúvidas a divindade de Jesus chamando-O de Deus.

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou”.  Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo.” João 8:58,59

Argumento das Testemunhas de Jeová: “A expressão em João 8:58 é muito diferente daquela usada em Êxodo 3:14. Jesus não a usou como nome ou título, mas sim como maneira de explicar a sua existência  pré-humana.” (Deve-se Crer na Trindade ? pág. 26)

COMO REFUTAR

Neste texto percebe-se claramente que Jesus se identifica com o grande “EU SOU” de Êxodo 3:14, mas as TJs não pensam assim, antes raciocinam da seguinte maneira:

1) Ele estava referindo-se apenas à sua idade, nada mais.

2) A frase de Êxodo 3:14 e João 8:58 não tem nenhuma conexão gramatical pela qual possa se apoiar os trinitaristas.Será mesmo?!

Segue abaixo o diálogo que tive com um líder das TJ’s via internet sobre João 8:58.

 

REFUTAÇÃO – EGO EIMI:

De início, somos obrigados pelo contexto a descartar a interpretação de que Cristo estava apenas referindo-se à sua idade.   Na verdade, toda discussão entre Jesus e os Judeus recaem sobre a pergunta do versículo 53: “… quem  te fazes tu ser ?” “…quem afirmas ser ?” (TNM), em outras palavras QUEM é você ? Então Jesus responde: “antes que Abraão existisse, EU SOU” ( EGO EMI).

Urge por rememorar que todos os criminosos eram e são julgados pelos crimes que cometiam, FIZERAM, praticaram,  e não pelo que eles ERAM, no entanto, Jesus sempre fora perseguido pelo fato de QUEM ele dizia SER   “Respondeu-lhes Jesus: tenho vos mostrado muito obras boas, procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais ?”  –  João 10.32.   Versículo 33: “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, TE FAZES DEUS A TI MESMO”.

Aquela expressão EU SOU, era bem conhecida dos judeus: em Êxodo 3.14, JEOVA se apresenta a Moisés como o eterno EU SOU “EU SOU O QUE SOU… EU SOU me enviou a vós.  Ainda, Isaías 43.13 diz: “Ainda que houvesse dia, EU SOU…”

Os judeus pois entenderam perfeitamente que Jesus estava se reportando à mesma expressão usada por JEOVA, no seu sentido pleno e absoluto de divindade eterna – Ex. 3.14, pois, como vemos, eles imediatamente quiseram apedreja-lo.

Na Lei Mosaica havia apenas cinco motivos para o apedrejamento:

  • A) invocação de mortos;
  • B) blasfêmia;
  • C) falsos profetas;
  • D) filhos rebeldes e,
  • E) adultério.

O único motivo que se enquadra nesse caso e que dava condições legais para o apedrejamento era o item “B”- blasfêmia.   Observe-se que todas as vezes que os judeus acusavam Jesus de blasfêmia está implícito o fato de Jesus dizer-se DEUS, e não deus, ou um deus. MC. 14.61-64; LC 5.21 e JO. 10.33.   Assim, em nenhum lugar das escrituras encontramos alguém sendo acusado de blasfêmia sob pena  de  apedrejamento, só porque afirmou ter mais idade do que a outra pessoa. No mínimo isto seria motivo de risos e jamais apedrejamento.Não, os judeus compreenderam perfeitamente que Jesus queria dizer: “ EU SOU Jeová’’

OBS: Quando Jesus mencionou a existência de Abraão  nas seguintes palavras: “ Antes que Abraão EXISTISSE EU SOU’’ ele usou a palavra  “ GENOMAI ” que no original grego significa uma existência criada ,que teve um inicio,mas quando menciona a sua própria existência , ele usa o verbo EIMI “ EU SOU “ , APONTANDO PARA UMA EXISTÊNCIA  ETERNA,atemporal,de igualdade com Deus conforme Êxodo 3:14 .

Outrossim ha mais um texto que não deixa duvidas quanto a Jesus ser o “ EU SOU ”ou seja : Jeová.

“ DESDE AGORA VO-LO DIGO,ANTES QUE ACONTEÇA,PARA QUE, QUANDO

ACONTECER,ACREDITEIS QUE EU SOU  ”  João 13;19

Jesus menciona alguns fatos aos discípulos mesmo antes deles acontecerem para que quando se cumprissem eles crescem que, EGO EIMI (EU SOU).De fato Jeová e o único ser para quem o futuro e o presente Isaias 44:7,8 .

Jesus estava-lhes dizendo certas coisas antecipadamente para que quando ocorressem no futuro eles soubessem que, EU SOU, isto é, que ele é Jeová.

Há, entretanto outro fator importantíssimo nesse episodio que lança mais luz na questão.

Jesus afirmou categoricamente que Abraão “ VIU ’’ o seu dia  v.56 .

Quando isso se deu?

Antes de examinarmos essa incógnita, precisamos entender primeiramente que:

  1. A) Deus (Pai) nunca foi visto por ninguém.

Textos como os que  seguem provam essa verdade: Êxodo 33:20 – João 1:18; 6:46 -I Timóteo 6:16  entre outros.

  1. B) Entretanto a Bíblia diz que Abraão “ VIU ” Jeová.

O texto prova é Gênesis cap. 18.

JEOVA apareceu-lhe posteriormente entre as árvores grandes de Manre. (v.1)

Disse então: JEOVÁ,se eu tiver agora achado favor aos teus olhos…(v.3)

JEOVÁ disse então a Abraão…(v.13)

Há alguma coisa (que seja)extraordinária demais para JEOVÁ? (V.14)

…mas quanto a JEOVÁ ainda estava parado diante de Abraão.(v.22)

Então, acabando de falar com Abraão, JEOVÁ seguiu caminho e Abraão retornou ao seu lugar. (v.33)

 

E bom recordarmos que na passagem de JOÃO 8:56,58,Jesus não só estava declarando que ele era “ EU SOU ” (Jeová),MAS TAMBÉM QUE TINHA APARECIDO A ABRAÃO .

 

Apesar da TNM querer distorcer estes fatos traduzindo Êxodo 3:14  por “ Mostrarei Ser o Que Eu mostrar Ser  ” assim como João 8:58 por: “ eu tenho sido ’’, não dando nenhum sentido lógico aos dois textos quando comparados ;a edição da TNM com referencias,de 1984,na nota de rodapé em Êxodo 3:14 admite que o hebraico é traduzido em grego como “ EGO EIMI ’’ – EU SOU,e a Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas de 1985 na nota de rodapé de João 8:58 confirma deveras este fato.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement