Esqueceu a senha?

TJs: Jesus tinha um Deus?

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - qua fev 04, 10:43 am

tj 337

“Eu ascendo para junto de meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus” . (João 20:17 TNM)

Dizem elas: “Que estranho, Jesus chama Jeová de ‘meu Deus’! “

Resposta Apologética:

Pode ser estranho quando o “estudante” da Bíblia não leva em consideração todo o contexto cristológico envolvido. Pode parecer estranho, se de fato  acreditarmos que Jesus é o seu próprio Pai. Mas não é assim!

A Bíblia revela que o Verbo se fez carne, e que este mesmo verbo se humilhou tomando forma de servo (natureza humana) nessa condição de humano, é lógico que Cristo tinha um Deus e poderia como de fato o fez, chamar o Pai de “seu Deus”. O texto citado refere-se ao Pai como Deus, não porque Jesus Cristo seja menos que Deus (estou falando de natureza, substância, essência, onipotência, onipresença e onisciência) mas simplesmente porque o nome  “Deus”  era normalmente usado para o Pai.

Seja qual for o relacionamento que Jesus tinha com o  Pai como seu Deus,Ele deixou bem claro que o Pai era seu Deus de maneira exclusiva, por comparação da maneira do Pai ser o nosso Deus.

                “Eu ascendo para junto de MEU Pai e VOSSO Pai, MEU Deus e VOSSO Deus”.

Jesus nunca se referiu ao Pai usando o pronome “NOSSO” não se incluía junto com os seus discípulos. Jesus tomava o máximo de cuidado de distinguir entre os dois relacionamentos, Ele é o Filho de Deus por natureza e nós por adoção. Semelhantemente, o Pai era o Deus de Jesus por que Ele se humilhou para se tornar homem, ao passo que o Pai é o nosso Deus porque somos “criaturas” por natureza. Mesmo depois de ressuscitado Jesus continua sendo homem (I Timóteo 2:5-Atos 17:21)  e Deus (João 20:28 – Rom.9:5 – Tito 2:13 – I João 5:20 e outros…) simplesmente porque nele habita CORPORALMENTE (sumatikos) TODA a PLENITUDE (pleroma) da Divindade (theotetos) (Colossenses 2:9)

obs: Todos estes versículos, estão adulterados na TNM, sendo vertidos de maneira errônea pela STV, não condiz com a gramática grega, e muito menos com o seu significado.

O raciocínio de que Jesus não pode ser Deus porque chamou o Pai de seu Deus é perigoso. Se invertêssemos a questão, o engodo jeovista cairia por terra, por exemplo, existem versículos que o Pai chama o Filho de Deus.

“Mas do Filho diz: Ó Deus(filho), o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos…”

“…por isso Deus(filho), o teu Deus(pai) te ungiu com óleo de alegria…”

“E (o pai falando): Tu Senhor(filho), no princípio fundaste a terra…”(Hebreus 1:8,9,10)

Será que o Pai deixa de ser Deus só porque também chamou seu filho de Deus? Claro que não! Jesus igualmente não deixa de ser Deus por que chamou seu Pai de Deus.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement