Esqueceu a senha?

Transfusão de sangue e os engodos das TJs

por Pr. Natanael Rinaldi - seg jul 27, 1:17 pm

É conhecida a atitude das Testemunhas de Jeová, que recusam a transfusão de sangue, mesmo que Isto lhes acarrete a morte. Dão para essa atitude a proibição divina na Bíblia, apontando os textos de Gn 9.1-4; Dt 12.16,23; At 15.28,29, dentre outros.

  • A RELIGIÃO DAS MUDANÇAS DOUTRINÁRIAS

O que dizem as TJs sobre mudanças doutrinárias:

“É assunto sério representar Deus e Cristo de um modo, e depois achar que nosso entendimento dos principais ensinos e das doutrinas fundamentais das Escrituras estava errado, e, daí, retornar às mesmas doutrinas que, por anos de estudo, cabalmente verificamos ser erradas. Os cristãos não podem vacilar – ser indecisos – a respeito de ensinos fundamentais. Que confiança se pode ter na sinceridade ou no critério de tais pessoas?” (A Sentinela de 15.04.1977, p.246)

A direção da Sociedade Torre de Vigia:

A Torre de Vigia é dirigida por um grupo de homens sediados nos Estados Unidos que afirmam receber orientação teocrática e que eles dizem é lei para as TJs (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, p. 195 § 13,14). De modo que quando esse grupo de homens pertencentes ao Corpo Governante mudam seus conceitos bíblicos, as TJs mudam também e sempre procurando afirmar que seus conceitos estão apoiados na Bíblia, justificando as mudanças com Pv 4.18 como base para suas mudanças doutrinárias, como tendo recebido “nova luz”.

  • A POSIÇÃO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ QUANTO A APLICAÇÃO DE MEDIDAS MÉDICAS:

Em setembro de 1945 o ensino da Torre de Vigia era que:

“Deus nunca justificou determinações que proíbam o uso de medicinas, injeções ou transfusões de sangue. £ uma invenção de homens, que, iguais aos fariseus deixam fora de consideração a misericórdia e o amor a Jeová. Servir a Jeová, não significa abdicar da nossa capacidade de pensar; especialmente se trata de uma vida humana que está dedicada a Jeová e por isso, é santa.” (Consolação, setembro de 1945, p. 29 em holandês)

Em julho de 1945, nos Estados Unidos, a Sentinela de 01.07.1945, mudava de opinião afirmando que a transfusão de sangue era proibida pela Bíblia. O desencontro de afirmações se justifica por que em outros países as publicações se atraiam por um período de seis meses depois de publicadas nos Estados Unidos.

  • OUTRAS MEDIDAS MÉDICAS COMO VACINAÇÃO E TRANSPLANTE DE ÕRGÃOS:

A proibição de vacinação:

“A vacinação é uma direta violação do eterno convênio que Deus fez com Noé depois do dilúvio.” (The Golden Age, 4 de fevereiro de 1931, p. 293) (A idade de Ouro, titulo mudado para Consolação e depois para Despertai!)

A revogação da proibição, de vacinação:

“É uma questão de decisão individual se a pessoa aceita tal tipo de medicamento ou não. Este é ainda o ponto de vista da Sociedade sobre o assunto”. (A Sentinela de 01.02.1959, p. 96; 01.12.61, p. 734-736).

Proibição de transplante de órgãos:  Deus permitiu que os humanos comessem carne animal e sustentassem suas vidas humanas por tirarem as vidas dos animais, embora não se lhes permitisse comer sangue. Será que isto incluía comer carne humana, sustentar a vida duma pessoa por meio do corpo ou de parte do corpo de outro humano, vivo ou morto? Não! Isso seria canibalismo, costume repugnante a todas as pessoas civilizadas.‘ (A Sentinela de 01.06.1968, p. 349)

Transplante de órgãos e transfusão tidos como Iguais em sua natureza:

“… multas pessoas talvez rejeitem o sangue simplesmente por se tratar, em essência, de um transplante de órgão que, no máximo, só é parcialmente compatível com seu próprio sangue.” (As Testemunhas de Jeová e a Questão do Sangue. p. 42).

Revogação da proibição de transplante de órgãos: “Embora a Bíblia proíba especificamente a ingestão de sangue, não há nenhuma ordem bíblica que proíba especificamente receber outros tecidos humanos.” (A Sentinela de 01.09.1980, p. 31)

  • A ATITUDE DE MÉDICOS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ COM RELAÇÃO A TRANSFUSÃO DE SANGUE:

Podem ministrar transfusões em pessoas fora da Sociedade Torre de Vigia: Alguns médicos que são Testemunhas de Jeová têm administrado transfusões de sangue a pessoas do mundo, a pedido destas. No entanto, não fazem isso no caso de uma Testemunha de Jeová. (A Sentinela de 01.06.1965, p. 330)

OUTRAS PROIBIÇÕES CONCERNENTES AO SANGUE:

Aceitar o transplante de medula óssea (onde se fabrica o sangue) é questão de decisão pessoal (A Sentinela de 15.11.1984, p. 31, 32)

Cosméticos que utilizam sangue bovino são condenados, assim como fertilizantes que contém sangue. É dito aos donos dos animais de estimação que é errado permitir transfusão de sangue para animais doentes. Alimento com sangue não deve ser dado aos animais de estimação. (A Sentinela de 15.07.1964, p. 447)

A proibição de certas partículas de sangue revogadas para hemofílicos “isto parece cair numa zona de ‘questões limítrofes’.” (A Sentinela de 01.12.1978, p. 31).

Pergunte ao seu padeiro ou confeiteiro se sangue é usado para fazer a lecitina usada em seus produtos. (A Sentinela de 15.07.1963, p. 442, 443).

  • APLICAÇÕES DE TEXTOS BÍBLICOS E SUAS MUDANÇAS DE INTERPRETAÇÃO:

A autoridade religiosa das Testemunhas de Jeová:

Como já disse, essa autoridade reside no Corpo Governante e assim a aplicação da Bíblia fica a critério dele.

Como se interpretava o texto principal sobre a proibição de sangue que é At 15.28,29:

  1. Sua aplicação era restrita aos judeus, não se aplicando aos gentios (The Watchtower, 15.04.1909, p. 116/117)

“Essas proibições nunca se aplicaram aos gentios pois eles não se acharam sob o pacto da lei.”

Sua aplicação era restrita ao comer sangue de animais:

“A regra que governa a matança dos animais pode ser somada destas palavras: Podem matar-se animais para alimento, mas não se deve comer o sangue.” (Salvação, p. 262).

Aplicação de Lev. 17.10:

“A Palavra de Deus, porém, proíbe comer sangue”. (Gênesis 9.3,4; Levítico 17. 10) (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, p. 216).

Proibição de comer sangue no pacto da lei:

No dia de Pentecostes do ano 33 E. C., o antigo pacto da Lei foi tirado do caminho e o novo pacto. inaugurado por Jesus Cristo no céu, tomou o seu lugar. Significa isso, então, que a proibição de comer e beber sangue, conforme contida no antigo pacto da Lei Mosaica, foi tirada do caminho? Sim

Significa isso então, que os discípulos de Jesus Cristo não estão sob qualquer proibição de comer e beber sangue? Não! (Na Liberdade dos Fi­lhos de Deus, p. 331 S 21)

Comentário: Ora, o pacto da lei de Moisés abrangia o pentateuco, ou seja, os cinco primeiros livros da Bíblia, incluindo portanto o livro de Gênesis. Compare 1 Co 14.34, onde se diz que a mulher esteja sujeita, como ordena a lei. Onde a lei ordena isso? Em Gn 3.16. Logo, o livro de Gênesis é considerado lei, por Paulo. (Há incoerência no texto do livro das Testemunhas de Jeová apontado).

  • SERÃO ANIQUILADOS OS QUE RECEBERAM TRANSFUSÃO DE SANGUE?

O que afirmam as Testemunhas de Jeová:

Para as TJs existem 3 classes de pessoas: a) os justos; b) os injustos que vão ressuscitar e; c) os ímpios que serão aniquilados. Os que recebem transfusão são considerados ímpios por isso não ressuscitarão – serão aniquilados.

Que tipo de pecado é considerado a transfusão de sangue?

Considerado como adultério – ou estupro.

“Ela (Suzana) dizia que receber sangue de outra pessoa era como ser estuprada, conta Arni Fonseca, irmão de Suzana.”

(Título da FOLHA na coluna folha do norte, de 07.04.1993, p. 4)

Considerado como pecado de idolatria:

“Queira notar que tal proibição quanto ao uso de sangue para nutrir o corpo humano está ligada à proibição do que equivale ã idolatria. Bem, será que cometeria um ato de idolatria se lhe fosse ordenado que o fizesse por um tribunal?” (A Sentinela de 15.02.1968, p. 127)

Comentário: Será que pelo fato de estar relacionado com outras proibições como forni- cação, idolatria implica que a proibição de comer sangue de At 15.28,29 tenha a mesma natureza moral desses preceitos? Naturalmente que não, pois se assim fosse, teríamos que considerar que o sábado (42 mandamento do decálogo) teria a mesma natureza dos demais outros nove mandamentos? Claro que não. Tanto é assim que Jesus admitiu que os sacerdotes aos sábados, no templo, podia invalidar o sábado e ficar sem culpa (Mt 12.1-5)

Não existem três classes de homens:

1) A Bíblia declara que só existem duas classes: injustos ou ímpios e justos e que ambos vão ressuscitar – Jo 5.28,29; Dn 12.2; At 24.15.

2) Os justos ressuscitarão primeiro – 1 Co 15.51-54; 1 Ts 4.16, 17; Ap 20.4,5.

3) Os ímpios ressuscitarão mil anos depois – Ap 20.11-13 para serem lançados no lago de fogo – Ap 20.15.

  • NOSSA POSIÇÃO:

A) A proibição divina contra o assassínio – Ex 20.13.

B) Jesus nos amou e deu sua vida (seu sangue) por nós – Jo 15.13; Rm 5.8; 1 Pd 1. 18,19.

C) Nós devemos dar a vida (sangue) pelos irmãos – 1 Jo 3.16.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário