Esqueceu a senha?

Um cristão pode se utilizar de palavrões?

por Artigo compilado - qua maio 26, 11:04 am

RESPOSTA: É definitivamente um pecado falar palavrão (amaldiçoar, xingar, etc.). A Bíblia deixa isso bem claro. Efésios 4.29 nos diz: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem.” 1 Pedro 3.10 declara: “Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente.” Tiago 3.9-12 resume a questão: “Com ela, bendizemos ao Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim. Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso? Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de água salgada pode dar água doce.”

Tiago deixa claro que a vida dos cristãos – os “irmãos” – não deve ser caracterizada pelo discurso maligno. Ao fazer a analogia tanto da água salgada quanto da água doce jorrando da mesma nascente (o que não é característico das nascentes), ele argumenta que não é característico que um crente tenha tanto louvor quanto xingamento vindo de sua boca. Não podemos louvar a Deus e ao mesmo tempo amaldiçoar nossos irmãos.

Jesus explicou que o que sai de nossas bocas é o que enche nossos corações. Mais cedo ou mais tarde, o mal no coração sai pela boca em palavrões e xingamentos. Entretanto, quando nossos corações estão cheios da bondade de Deus, o louvor a Ele e o amor pelos outros serão derramados. Nosso discurso sempre indicará o que está em nossos corações. “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração” (Lucas 6.45).

Por que é pecado xingar/falar palavrão? O pecado é uma condição do coração, da mente e do “homem interior” (Romanos 7.22), o qual se manifesta em nossos pensamentos, ações e palavras. Quando falamos palavrões e xingamos, estamos dando evidência do pecado poluente em nossos corações que deve ser confessado e arrependido. Quando colocamos nossa fé em Cristo, recebemos uma nova natureza de Deus (2 Coríntios 5.17), nossos corações se transformam e nossa fala reflete a nova natureza que Deus criou dentro de nós (Romanos 12.1–2). Felizmente, quando falhamos, o nosso grande Deus é “fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1.9).

————————-

Fonte: GotQuestions.org


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement