Esqueceu a senha?

Um feto é um ser humano em potencial?

por Artigo compilado - sáb out 27, 11:45 am

SALMO 51.5 – Este verso dá respaldo à posição de que um feto que ainda não nasceu é apenas um ser humano em potencial?

PROBLEMA: Davi declarou: “em pecado me concebeu minha mãe”. Entretanto, ele não pode ter realmente pecado no momento de sua concepção, uma vez que ele não tinha consciência moral alguma, nem uma livre vontade, que é necessária para atos de ordem moral (veja Is 7.15; Jo 9.41).

SOLUÇÃO: Este texto não dá suporte ao ponto de vista de que um embrião humano é meramente um ser humano em potencial, e não um ser humano real. Isso é evidente por várias razões. Primeiro, mesmo que o texto estivesse ensinando que os seres humanos são pecadores em potencial desde o momento da concepção, isso não significaria que os fetos são seres humanos em potencial.

Segundo, não importando em que sentido seja dito que os fetos têm pecado desde o momento da concepção, isso revela, contudo, que eles são seres humanos, ou seja, que eles fazem parte da raça humana decaída. É apenas em virtude de pertencermos à raça humana adâmica que somos concebidos em pecado

Veja os comentários de Romanos 5.12:

ROMANOS 5.12 – Essa afirmação implica que éramos apenas seres humanos em potencial antes do nosso nascimento, e não seres humanos reais?

PROBLEMA: De acordo com esse texto, “todos [os seres humanos] pecaram [em Adão]”. Mas ainda não tínhamos nem mesmo sido concebidos, e muito menos nascido, quando Adão pecou. Portanto, não poderíamos estar na condição de seres humanos. Seríamos apenas seres humanos em potencial.

SOLUÇÃO: Por várias razões é evidente que esse texto não prova que os seres humanos que ainda não nasceram não são totalmente humanos. Primeiro, a passagem não está falando de um embrião no ventre, mas da maneira segundo a qual todos os homens estavam em Adão, o cabeça da raça humana.

Segundo, o fato de que todos nós estávamos genética, representativa ou potencialmente em Adão, e de que portanto tínhamos responsabilidade no seu pecado, revela que há uma corporalidade na natureza humana. Isto é, há uma unidade na humanidade, de forma a não se poder separar um membro de outro (cf. Rm 14.7), não importando onde cada um se localize.

Terceiro, o próprio fato de que todos somos declarados pecadores a partir da concepção, em virtude de estarmos em Adão, revela que o ser humano é considerado parte da verdadeira raça humana, não meramente um ser humano em potencial.

Extraído do livro MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia. Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário