Esqueceu a senha?

Uma resposta aos católicos

por Enviado por email - qui set 18, 8:54 am

cruz catolicos

Chegou em minhas mãos o Livro ou “livrinho” (assim é chamado pelos autores ou pela editora ao lado do índice), e pude ler com muita atenção até perceber a ironia em colocar a palavra “crentes” entre aspas, isso não faz nenhum mal, quem sabe algumas pessoas leram as refutações do Pe. Sverdi e foram movidas pela coragem e foram refutar algum “crente”, e este crente cheio do Espírito Santo soube responder a estas perguntas e estes que estavam com tanta coragem vieram conhecer a Jesus, que fundou verdadeiramente a IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA.

Quero desafiar a todos os CATÓLICOS a estar lendo este Livro e depois pensar sobre o assunto, estaremos indo passo a passo com você leitor, a cada uma pergunta respondida pelo Pe. Sverdi, e eu e você vamos poder ver se existe incoerência ou loucura dos “CRENTES”.

Espero que você pegue a sua Bíblia Católica, Bíblia de Jerusalém ou a sua, a qual você está acostumado(a), esta que talvez você esteja lendo agora, o talvez é porque em 1229 a Igreja Católica Apostólica Romana já proibiu a leitura da Bíblia para os leigos. Espero que você tenha a curiosidade e passeie pelas paginas das Escrituras Sagradas com atenção, e analise a verdade em todas as questões. Analise com entendimento. Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento (Mt. 22.37) e este foi o primeiro mandamento de Jesus, Deus te deu entendimento para que você possa analisar com sabedoria. Então você quer obedecer a JESUS? Então vamos com todo entendimento analisar a palavra de Deus, se você é um devoto de Maria, também tem que obedecer este mandamento, se você quer obedecer a Maria em todas as suas ordens, vamos ver o que Maria deixou para nós, eu não sei qual foi o primeiro mandamento de Maria, mas agora vou lhe mostrar – João 2 v. 5: “FAZEI TUDO O QUE ELE VOS DISSER”.

Maria naquele momento pode estar dando o testemunho de que tudo o que Jesus disser é bom e seria uma benção, assim Jesus não mudou, e se naquele momento Maria concordou com a vontade de Jesus e ordenou que os serventes do casamento fizessem tudo o que Jesus dissesse, eu quero dizer que OBEDEÇA A MARIA TAMBÉM: faça tudo o que jesus te mandar, QUEM SABE VOCÊ ESTÁ PRECISANDO DE UM MILAGRE? QUE A SUA VIDA NECESSITE DE JESUS.

 

VENERAÇÃO DE IMAGENS

Esta é a primeira questão colocada em pauta, se é ou não idolatria fazer ou adorar imagens, baseado em Ex. 20 v.4 “Não farás para ti imagens de escultura, nem semelhança de alguma do que há em cima dos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra”. A resposta que o Livro dá aos crentes é a seguinte:

Justificativas católicas:

● Deus mandou fazer algumas imagens, os dois querubins (Êxodo 25. v.18-20);

● Mandou também fazer uma Serpente de Bronze e colocá-la por cima duma haste para curar os mordidos pelas serpentes do deserto (Nm. 21 v. 8-9),

● Deus mandou Salomão enfeitar o templo de Jerusalém com imagens de querubins, palmas, flores e leões (IReis 6 v. 23 e 7 v. 29).

● Seria uma blasfêmia desses “CRENTES” considerar Deus como incoerente, já que num lugar da Bíblia manda fazer imagens e em outro lugar o teria proibido!;

● Ele ainda diz que a proibição de fazer imagens é somente para Deuses falsos, como faziam os povos vizinhos pagãos, mas Ele não proíbe fazer outras imagens;

● Ele diz ainda que a imagem é o único livro que os analfabetos pobres entendem e aproveitam; e isso vale ainda hoje para muitas pessoas (dando a entender que as imagens são usadas para ensinar a pessoas que não podem ler ou pessoas que não podem ter uma Bíblia);

● Ainda diz que a veneração das imagens, segundo a tradição dos Apóstolos, está resumida nesta “Bênção de imagens do Ritual Católico: Deus eterno e todo-poderoso, não reprovais a escultura ou a pintura das imagens dos santos, para que à sua vista possamos meditar os seus exemplos e imitar as suas virtudes. Nós vos pedimos que abençoeis e santifiqueis esta (s) imagens(s), feita(s) para recordar e honrar o vosso Filho Unigênito e nosso Senhor Jesus Cristo” [ou: o(s) Santo (s)]. Concedei a todos os que diante dela(s) desejarem venerar e glorificar o “vosso Filho Unigênito [ou: o(s) Santo (s)], que por seus merecimentos e intercessão alcancem no presente a vossa graça e no futuro a glória eterna. Por Cristo, nosso Senhor, Amém” (Livro Respostas às Acusações dos “Crentes” – Pe. Vicente Sverdi – P.5-7).

 

Respondendo aos Católicos

  • Deus mandou fazer imagens.Primeiro eu gostaria que você abrisse a sua Bíblia, católica ou evangélica. e lesse o que está escrito em Êxodo cap.20 vers. 1-5. Deus pronunciou todas as palavras que seguem: “Eu sou o Senhor teu Deus, que te libertou do Egito, do antro de escravidão. Não terás outros deuses além de mim. Não farás para ti ídolos, nem figura alguma do que existe em cima, nos céus, nem embaixo da terra na terra, nem do que existe nas águas, debaixo da terra”.

Chamo a sua atenção para a continuação deste capítulo:

– Verso 5: “Não te PROSTARÁS diante deles, nem lhes PRESTARÁS CULTO, pois eu sou o Senhor teu Deus, um Deus Ciumento. Castigo a culpa dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração dos que me odeiam, mas uso de misericórdia por mil gerações para com os que me amam e guardam meus mandamentos”. (Texto usado da Bíblia Católica – Editora Vozes e Editora Santuário – 41ª edição).

Veja que o texto usado é o da bíblia “Católica”, o qual vamos analisar com sabedoria e entendimento:

– Não terás outros deuses além de mim;

– Não farás para ti ídolos, nem figura alguma;

– Não te prostrarás diante deles, nem lhe prestaras culto!

Agora pense. Quando alguém está diante de uma imagem:

– Ela não adora?

– Ela não se encurva diante do ídolo?

– Ela não presta culto para os ídolos?

O que significa a palavra ídolo? Vamos juntos ao Aurélio ver o que significa ídolo: “estátua ou simples objeto cultuado como deus ou deusa; objeto em que se julga habitar um espírito, e por isso venerado; pessoa a quem se tributa respeito ou afeto excessivo”.

Quem prática adoração a ídolos, pratica a idolatria, que é um culto prestado a ídolos, os devotos das imagens possuem um amor ou um a paixão exagerada, e isso o nosso Deus não admite. No próprio capítulo em que lemos diz: “Deus é um Deus zeloso”.

A palavra idolatria vem do grego “EIDILON” (ídolo) e “LATREUNIEM” (adorar). Este termo é usado na adoração ou veneração a ídolos ou imagens, quando usada em seu sentido primário. No sentido mais amplo, indica adoração de qualquer objeto, pessoa, instituição, ambição que tome o lugar de Deus, ou que lhe diminua a honra que lhe devemos. Assim vem a adoração dos falsos deuses: levar ao conhecimento do homem algum objeto, imagem ou qualquer objeto que venha tirar a honra e a glória d e Deus.

 

  • Deus proibiu fazer deuses falsos e não imagens. Vamos analisar: A ordem para não fazer imagens é justamente para não virar o que virou! Existe mais adoração a ídolos do que a Deus; existe mais devoção (ou veneração, assunto que vamos falar mais adiante) aos santos do que a Deus. O católico quando passa uma dificuldade, para quem recorre primeiro? Para Deus ou para o seu santo? Se faz promessas, é para quem? Se paga promessa, é para quem? Em dias comemorativos dos santos, as pessoas vão rezar e fazer pedidos para os santos. Não é isso que vemos? Muitos já nem usam mais o crucifixo, mas sim a ‘santinha’ pendurada no pescoço.

Então no que transformaram essas imagens? Não viraram u m deus para muitos? Sim, viraram deuses e são mais lembrados por seus devotos do que Deus. A igreja católica já possui mais santos do que os dias do ano, por isso que existe o dia de todos os santos, para o caso de terem esquecido de algum santo durante o ano, ele será lembrado nesse dia.

PARE E PENSE: É JUSTO LEMBRAR MAIS DA CRIATURA DO QUE DO CRIADOR?

Devemos dividir a glória do Criador, Senhor dos senhores, com alguma imagem, mesmo que ela tenha sido uma pessoa importante para o evangelho ou para o mundo? Veja o que Deus diz sobre repartir sua glória:

– Isaías 42.8 “Eu sou o Senhor, este é o meu nome; A MINHA GLÓRIA, POIS, A OUTREM NÃO DAREI, NEM O MEU LOUVOR, ÀS IMAGENS DE ESCULTURA”.

– Isaías 48.11 “Por amor de mim, por amor de mim o farei, porque como seria profanado o meu nome? E a minha glória não darei a outrem”.

A ordem de não fazer ídolos está relacionada com a adoração e a contaminação com a ideia que a imagem pode fazer alguma coisa, ou seja, que homem se submete à imagem como se ela fosse Deus. Existem várias esculturas de personagens ilustres da História e elas não são adoradas, como o busto de D. Pedro, Tiradentes etc.. Mas na Igreja Católica existem os ídolo ou imagens, que vieram a ser igual, ou porque não dizer que para alguns, estão até acima de Deus.

O mandamento de Deus para com o povo de Israel era para não fazer as imagens, porque pela sua onisciência, um atributo que somente Deus possui, e que posteriormente foi dado pelos homens a muitas Imagens, Deus sabia que a contaminação e a perversão viriam à tona. Não foi assim com a saída de Israel do Egito? Quando se viram sem Moisés o que fizeram? Um bezerro de ouro e prestaram-lhe um culto, não foi assim? Pense no que eu vou lhe dizer agora:

SE DEUS QUISESSE QUE NÓS TIVÉSSEMOS UMA IMAGEM PARA SER ADORADA OU VENERADA, QUE LEMBRASSE O SENHOR, ELE TINHA TODO O PODER PARA APARECER DIANTE DO POVO QUANDO OS TIROU DO EGITO EM FORMA VISÍVEL, UMA FORMA DE ALGO QUE PUDESSE VIRAR UMA IMAGEM E SER ADORADA PELO SEU POVO. MAS, COMO FOI QUE ELE APARECEU PARA O SEU POVO? QUAL FOI A FORMA ESCULTURAL QUE DEUS USOU PARA SE MOSTRAR AO SEU POVO? UMA NUVEM E UMA COLUNA DE FOGO. SABE POR QUE DEUS SE MOSTROU DESTA FORMA, FOGO OU NUVEM? PORQUE NÃO EXISTE A POSSIBILIDADE DE FAZER UMA ESCULTURA DO FOGO E DA NUVEM COM AS SUAS CARACTERÍSTICAS SEMPRE IGUAIS.

O próprio Deus responde esta pergunta em Dt. 4 v. 14 a 19: “Também o Senhor me ordenou ao mesmo tempo, que vos ensinasse estatutos e juízos, para que os fizésseis na terra a qual passais a possuir. Guardai, pois com diligência a vossa alma, POIS SEMELHANÇA NENHUMA VISTES NO DIA EM QUE O SENHOR, VOSSO DEUS, EM HOREBE FALOU CONVOSCO, DO MEIO DO FOGO; PARA QUE NÃO VOS CORROMPEIS E VOS FAÇAIS ALGUMA ESCULTURA, SEMELHANÇA DE IMAGEM, FIGURA DE MACHO OU DE FÊMEA; FIGURA DE ALGUM ANIMAL QUE HAJA NA TERRA, FIGURA DE ALGUMA AVE ALÍGERA QUE VOA PELOS CÉUS; FIGURA DE ANIMAL QUE ANDA DE RASTRO SOBRE A TERRA, FIGURA ALGUMA DE PEIXE QUE ESTEJA NAS ÁGUAS DEBAIXO DA TERRA, E NÃO LEVANTES OS TEUS OLHOS AOS CÉUS E VEJAS O SOL, E A LUA, E AS ESTRELAS, TODO O EXERCITO DOS CÉUS, E SEJAS IMPELIDO A QUE TE INCLINES PERANTE ELES, E SIRVAS AQUELES QUE O SENHOR TEU DEUS REPARTIU A TODOS OS POVOS DEBAIXO DE TODO OS CÉUS”.

A resposta contra as imagens é esta, esta na Bíblia, Deus não se fez ver por uma imagem que se dá para esculpir, o fogo não fica parado e nem tem fisionomia, se podemos falar assim, uma fisionomia igual a todos, todo o fogo é diferente. Da mesma forma a nuvem, por isso Deus é um Deus zeloso que não divide a sua glória com ninguém, nem com qualquer imagem de Escultura.

Deus condenou os ídolos:

Salmo 115 v. 4-8 “Os ídolos deles são de pratas e ouro, obras das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não veem; têm ouvidos, mas não ouvem; nariz mas não cheiram. Têm mãos, mas não apalpam; têm pés, mas não andam; nem som algum sai da garganta. Tornam-se semelhantes a eles os que os fazem e todos os que neles confiam”.

Sabemos que várias imagens eram feitas naquele tempo como hoje, feitas de matérias caras ou mais pobres, como argila, madeira, mármore etc., o que veio a trazer o desvio da glória de Deus. Por isso Deus trabalhou muito com o seu povo quando os tirou do Egito para que não fizessem imagens para eles.

Êxodo 34 v. 17 “Não farás para ti deuses de fundição”. Com o passar do tempo, Deus não deixou esta questão de lado. Os profetas vieram a falar contra as imagens de escultura:

Isaías 30 v. 22 (texto da Bíblia Católica, Editora Vozes): “Considerai impuros os teus ídolos cobertos de prata e as tuas imagens revestidas de ouro. Como lixo os jogarás fora e lhes dirás: Fora daqui!”

Vamos ler com muita atenção o texto de Isaías 44 v. 9-19:

“Todos os artífices de imagem de escultura são vaidade, e as suas coisas mais desejáveis são de nenhum préstimo e suas mesmas testemunhas nada veem, nem entendem, para que eles sejam confundidos. Quem forma um deus e funde uma imagem de escultura que é de nenhum préstimo? Eis que todos os seus seguidores ficarão confundidos, pois os mesmos artífices são dentre os homens; ajuntem-se todos e levantem-se; assombrar-se-ão e serão juntamente confundidos. O ferreiro faz o machado, e trabalha nas brasas e o forma com martelos, e o lavra com a força do seu braço, ele tem fome, e a sua força falta, e não bebe água e desfalece. O carpinteiro estende a régua, emprega a almagra e aplaina com o cepilho, e marca com o compasso, e faz o seu deus a semelhança de um homem, segundo a forma de um homem para ficar em casa. Tomou para si cedros ou toma um cipreste, ou um carvalho e esforça-se contra as arvores do bosque; planta um olmeiro e a chuva o faz crescer. Então, servirão ao homem para queimar. Com isso, se esquenta e coze o pão; também faz um deus e se prostra diante dele; fabrica uma imagem de escultura e ajoelha-se diante dela. Metade queima, com a outra metade, come carne; assa-a e farta-se também se aquenta e diz: Ora, já me aquentei, já vi o fogo. Então, do resto faz um deus, uma imagem de escultura e ajoelha-se diante dela, e se inclina e lhe dirige a sua ORAÇÃO, e diz:” LIVRA-ME PORQUANTO OU ÉS O MEU DEUS”. Nada sabem, nem entendem, porque se lhe untaram os olhos, para que não vejam, e o coração, PARA QUE NÃO ENTENDAM. E nenhum deles toma isso a peito, e já não têm conhecimento nem entendimento para dizer: Metade queimei, metade cozi pão sobre as suas brasas e assei sobre elas a carne, e a comi, e faria eu do resto uma abominação? Ajoelhar-me-ia eu ao que saiu de uma árvore? Apascenta-se de cinza; O SEU CORAÇÃO ENGANADO O DESVIOU DE MANEIRA QUE NÃO PODE LIVRAR A SUA ALMA, NEM DIZER: NÃO HÁ UMA MENTIRA NA MINHA MÃO DIREITA?”

A própria Igreja Católica define que idolatria é “prestar a alguma criatura, por exemplo, a uma estátua, a uma imagem, a um homem, o culto supremo de adoração, devido só a Deus” (Terceiro Catecismo de Doutrina -Cristã, Editora Vera Cruz Ltda., 1ª edição, agosto de 1976, resposta à pergunta 358).

Não seria uma incoerência? A Igreja Católica responde da seguinte forma: “Entre o culto que prestamos a Deus, e o culto que prestamos aos santos, há uma diferença: que a Deus adoramo-lo pela sua infinita excelência, ao passo que aos santos não os adoramos, mas só os honramos e veneramos como amigos de Deus e nossos intercessores junto a ele. O culto que prestamos a Deus chama-se LATRIA, isto é, de adoração, e o culto que prestamos aos santos chama-se DULIA, isto é, veneração aos servos de Deus. O culto especial que prestamos a Maria Santíssima chama-se HIPERDULIA, isto é, especialíssima veneração como Mãe de Deus” (Terceiro Catecismo de Doutrina Cristã, Editora Vera Cruz Ltda, 1ª edição, agosto de 1976, resposta à pergunta 371, p.76 ).

Então a Adoração que se presta aos santos, Maria e a Deus pode-se chamar de ADORAÇÃO PIRAMIDAL:

LATRIA – ADORAÇÃO A DEUS

HIPERDULIA – DEVOÇÃO A MARIA

DULIA- DEVOÇÃO AOS SANTOS E AOS ANJOS

Será que existe diferença? Será que alguém saberia ponderar a sua adoração ao santo, para não ultrapassá-la para a adoração que deveria ser somente a Deus? Então qual é a diferença? Será que todos católicos conhecem o que é esta “Estrutura Piramidal de Adoração”?

Para saber mais sobre a Adoração Católica – clique aqui

Autor: Pr. Alexandre Farias Torres


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement