Esqueceu a senha?

Vampirismo: líder de seita macabra bebe sangue de adolescentes

por Artigo compilado - dom set 16, 12:44 am

Líder de seita macabra bebe sangue de 16 adolescentes

Fonte: Diário de S.Paulo

SÃO PAULO – O líder de uma seita chamada Legião de Salvadores do Mundo, Vandeir Máximo da Silva, 27 anos, provocou espanto e pavor em Presidente Prudente, cidade do noroeste paulista, a 565 km da capital. De acordo com a polícia, ele bebeu o sangue de 16 adolescentes de classe média com idades entre 13 e 16 anos. Ele se reunia há mais de dois meses com o grupo de meninos e meninas em uma praça da cidade e no cemitério municipal. O suspeito não havia sido localizado até a noite de ontem.

De acordo com relatos dos jovens à polícia, Silva se identificava como Wlad Hacamia e afirmava ser um ‘anjo-vampiro’. Para entrar na seita, os adolescentes tinham de deixar o líder chupar seu sangue por meio de cortes no pescoço. Em troca, receberiam a imortalidade e superpoderes para “fazer o bem para as outras pessoas”. Os cortes foram abertos com estilete pelos próprios seguidores e por próteses utilizadas pelo agressor nos dentes caninos. Os rituais contavam com velas e oferendas aos vampiros, ao som de rock.

Com dificuldades para estabelecer o crime que teria sido cometido, a polícia abriu nesta terça-feira um inquérito de averiguação de lesão corporal após ouvir quatro adolescentes que participavam dos rituais. Até agora, não há informações sobre abusos sexuais por parte do suspeito ou uso de drogas nas reuniões. Três boletins de ocorrência foram registrados por pais de vítimas.

Cicatrizes profundas

Com cicatrizes profundas no pescoço e nos braços, os adolescentes ouvidos pela polícia fizeram exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML).

O delegado titular do 4DP de Presidente Prudente, Dirceu Gravina, acredita que o acusado seja um psicopata.

– Não sei o quanto de sangue que ele bebeu. Os meninos não querem falar muito, dizem que ele é do bem. O que sei é que as vítimas são da tribo Emo (fã de hardcore com letra romântica, com visual andrógino, que usa maquiagem e gosta de chorar) – afirma.

O suspeito Silva não tem antecedentes criminais e trabalha em uma indústria de papel. Segundo as vítimas, ele se veste sempre de preto, tem “asas e olhos coloridos”. Na última quinta-feira, o pai de um dos seguidores flagrou o líder da seita reunido com o grupo. Assustado, o suspeito se escondeu.


Pai diz que filhos estavam diferentes

Os dois filhos, de 13 e 15 anos, do técnico em telecomunicações X., de 49 anos, participavam das reuniões com o líder da seita. Eles freqüentavam os rituais três vezes por semana e mudaram o comportamento.

– Ficaram mais sérios e fechados. Até a fisionomia estava diferente. Mas diziam que estava tudo bem – disse X.

Quando percebeu que o filho mais velho estava diferente, X. não se preocupou.

– Achei que podia ser um problema com alguma namorada. Nunca imaginamos isso, conhecíamos os amigos deles… Não sabemos qual era a intenção desse líder, se era aliciar os meninos para a prostituição – diz.

Foi justamente um amigo da escola do mais velho, que está no 1º ano do Ensino Médio, que levou os filhos de X. para a seita. Eles se encontraram com o “vampiro” pela primeira vez no estacionamento do shopping da cidade.
– O mais velho deixou de ir à escola para ir ao ritual. Ele disse que uma menina faltou e, por isso, teve de beber uma espécie de remédio – conta o pai.

O líder da seita queira levar os adolescentes à capital paulista, no feriado de Finados, “para encontrar outros adeptos” e “conhecer o templo”.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement