Esqueceu a senha?

Vergonha: Gay afirma que dirigiu coro da Hillsong NY

por Artigo compilado - sex ago 07, 12:02 am

Homossexual diz que dirigiu coro da Igreja Hillsong de Nova York

Homossexual diz que dirigiu coro da Igreja Hillsong de Nova York

A igreja Hillsong ficou famosa no mundo todo principalmente por causa do seu ministério de louvor. Dezenas de canções entoadas em cultos de igrejas de todo o planeta foram lançadas por eles. No Brasil, algumas músicas da Hillsong se popularizam por suas versões feitas pelo Diante do Trono anos atrás.

A Hillsong de Nova York atrai mais de 7.000 pessoas por semana. Seu pastor, Carl Lentz, tem um visual ‘descolado’ e já foi visto com várias celebridades do cinema e do esporte. Foi ele, por exemplo, que batizou Justin Bieber.

Como muitas igrejas, a denominação tem sido cobrada para se manifestar sobre o casamento gay, questão amplamente discutida nos EUA, uma vez que várias igrejas aceitam e apoiam a homoafetividade.

Embora antes tenham evitado falar sobre o assunto, opção que muitas outras denominações americanas, a Hillsong teria como ministros de louvor um casal abertamente gay. A informação foi publicada pelo site Today Christian.

Josh Canfield e Reed Kelly, que ficaram famosos por sua participação no reality show “Survivor em San Juan del Sur”, são ‘casados’. Em uma entrevista para o site Playbill.com, Canfield declarou: “Abri o jogo com minha igreja. Eu sou parte da Hillsong NYC. Sou um dos seus líderes de louvor. Eles foram incríveis. Nada mudou. Agora estou completamente ‘fora do armário’, junto com Reed, que também canta no coro”.

No site oficial da igreja não há menção de quem seja o líder de louvor, tampouco algum aviso negando as declarações de Canfield e Kelly. Contudo, no site da igreja no Facebook, há dezenas de comentários sobre o assunto. Até o momento não há nenhum tipo de esclarecimento por parte da mídia oficial da igreja Hillsong de Nova York.

No ano passado, o pastor Lentz, declarou: “Jesus viveu num tempo em que a homossexualidade, tal como é hoje, era amplamente prevalente. Ainda estou esperando alguém me mostrar uma passagem onde Jesus falou sobre isso para as pessoas. Você não vai encontrar condenação, porque ele nunca fez isso”.

Obviamente Lentz ignora todas as vezes que Jesus disse que veio para cumprir a lei, isso inclui os textos do Antigo Testamento onde o homossexualismo é tratado como pecado e abominação. Em entrevista ao site Christian Today, ele foi mais enfático: “Nós temos um monte de homens e mulheres gays em nossa igreja e oro para que sempre tenhamos”.

Na sede da Hillsong, na Austrália, não existe esse tipo de ensinamento feito de forma oficial. Por lá, ainovação no louvor foi apenas a inclusão de músicas seculares. Seu fundador e líder Brian Houston declarou ao jornal The New York Times que a igreja mantém uma “conversa contínua” sobre o assunto.  Na mesma matéria do Times, os nomes de Canfield aparecem citados como “líder do coral”.

A igreja-sede já teve seu nome envolvido em escândalos, principalmente por causa do mau uso do dinheiro. A marca global Hillsong Church arrecada milhões de dólares, e seus líderes reconhecidamente possuem um estilo de vida cheio de ostentação.

Um estudo recente mostrou que essa é uma das dez igrejas mais influentes do mundo. Conforme já foi anunciado, em breve a denominação deve abrir sua primeira igreja no Brasil. Ainda não se pode dizer se trarão essa teologia “inclusiva’ para cá. 

Nota de esclarecimento:

O portal Gospel Prime traduziu essa matéria de um site americano. Todas as fontes citadas estão em formas de link (em negrito). Embora vários leitores tenham afirmado que a igreja teria desmentido o fato, não há nada no site oficial. O fato de uma de suas igrejas ter um gay dirigindo o coral (louvor) é prerrogativa daquela igreja e isso não invalida o que a Hillsong faz nas demais igrejas ligadas a ela, nem desqualifica o trabalho de outros pastores e líderes de louvor ligado a ela.

Primando pela isenção jornalística, o objetivo do Gospel Prime é repassar informações que julgue serem relevantes. A realidade nos EUA (e não é diferente no Brasil) é que a chamada “teologia inclusiva” está presente em número crescente de denominações que hoje aceitam a homoafetividade como normal e ordenam pastores e líderes que vivem nessa condição.

Extraído do site gospelprime.com.br em 06/08/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

5 Comentários

Comentários 1 - 5 de 5Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. é só comunicar para o sr Silas malafaia que ele resolve

    1. hum olha o defensor dos caras !
      você OPTOU por isso e torna-se um problema só seu, só não vem esfregando esse bundão para cima de nós … o aviso foi dado para você, a decisão é sua para o queres fazer de sua vida. voce tem livre arbitrio. para ser o “humano” que quiser. boa sorte

    2. vai se converter apóstata
      primeiro tu diz que esse malafaia e irritante depois diz que é homem de Deus
      deixa de ter duas caras cidadão
      e procura jeito de gente
      deixe de ser uam lástima ambulante
      isso aí e comportamento de criminoso
      nem sei se tu não é um

  2. suares

    ce o cê gosta di sabugo compra uma panela de preçção para seu cozinhar mais dipreça.

    e faz favô não critica caipira, puque caipira nahum é bão não ?!

    1. sra eduarda
      a senhora nada meio nervosa
      recomendo maracugina

Comentários 1 - 5 de 5Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement