Esqueceu a senha?

Bispo Edir Macedo defende o aborto

por Enviado por email - sáb set 08, 2:21 pm

  • Comentários desativados em Bispo Edir Macedo defende o aborto
  • 2839 views
  • Print

Realmente estamos nos últimos dias! A apostasia predita pelo Apóstolo Paulo em 2 Ts 2:3 e 1 Tm 4:1 (além de inúmeras outras passagens) já deu e continua dando grandes prejuízos a Igreja Cristã. O abandono da ortodoxia doutrinária, como um claro sinal da falta de apego a Palavra e temor a Deus, já há tempos vem invadindo igrejas “evangélicas” e a cabeça de seus líderes, e isso não é nenhuma novidade.

Mas o que é novidade mesmo, e uma triste novidade, é a defesa do aborto por uma igreja (e seu líder) que é tida como evangélica por todo brasileiro. Trata-se da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), na figura do seu fundador e líder, o ‘Bispo’ Edir Macedo, que declarou abertamente em uma entrevista concedida ao jornal Folha de São Paulo, do dia 13 de outubro de 2007, que defende a prática do aborto.

A prática do aborto sempre foi e continuará a ser condenada pela Igreja Cristã na figura de suas denominações sérias e verdadeiras, comprometidas com a Bíblia Sagrada e suas doutrinas, doutrinas que são imutáveis, não vulneráveis ao tempo e aos costumes de regiões! Esse repúdio não parte apenas de fundamentos bíblicos (aonde se tem inumeráveis contra a prática do aborto), mas também da boa ética e moral, tanto médicas quanto jurídicas. A imoralidade e promiscuidade que tomam conta do Brasil e do mundo não podem vitimar inocentes que não pediram para serem gerados!

O Direito brasileiro condena o aborto, nos Arts. 124 a 128 do nosso Código Penal encontra-se a disciplina da referida matéria. “A lei não faz distinção alguma entre óvulo fecundado (3 primeiras semanas da gestação), embrião (3 primeiros meses) ou feto (a partir de 3 meses), pois em qualquer fase da gravidez estará configurado o delito de aborto, entre a concepção e o início do parto” afirma o conceituado criminalista Fernando Capez, em seu livro Curso de Direito Penal, parte especial, vol. 2.

“A própria medicina ajuda a mostrar claramente que a vida começa na concepção, como se conclui ao analisar que:

Na fertilização, o espermatozóide do pai penetra o óvulo da mãe. As instruções genéticas dos dois se combinam para formar uma nova vida individual única, dificilmente visível ao olho humano.

Com 20 dias de gestação, os olhos do bebê começam se formar e o cérebro, a coluna vertebral e o sistema nervoso estão completos.

Com 24 dias, O CORAÇÃO COMEÇA A BATER.

Com 43 dias, AS ONDAS CEREBRAIS DO BEBÊ PODEM SER REGISTRADAS.

Com 2 meses, o bebê tem aproximadamente 7 cm de comprimento e pesa 7 g. Todos os órgãos estão presentes, completos e funcionando (exceto os pulmões). As batidas cardíacas são fortes. O estômago produz sucos digestivos. O fígado produz células sanguíneas. Os rins estão funcionando. As impressões digitais estão gravadas. As pálpebras e as palmas das mãos são sensíveis ao toque. O estímulo com batidas leves no saco amniótico faz mexer os braços do bebê” (Dr. Brian Clowes, Os Fatos da Vida -Providafamilia: Brasília, 1997-, pp.218, 219 e 220).

A Bíblia mostra Deus se relacionando com o homem antes mesmo de sua concepção, “Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta” Jr 1:5. Mostra o cuidado de Deus para com o homem desde o ventre de sua mãe, “Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe” Salmos 22:10 e “Por ti tenho sido sustentado desde o ventre; tu és aquele que me tiraste das entranhas de minha mãe” Salmos 71:6. Mostra a criança, ainda no ventre, respondendo espiritualmente a impulsos externos, “Quando ouvi você me cumprimentar, a criança ficou alegre e se mexeu dentro da minha barriga” Lc 1:44. Por fim, a Bíblia mostra ainda que ao homicida não caberá parte no Reino dos Céus, “Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os HOMICIDAS, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira” Apocalipse 22:15.

Infelizmente, a IURD sempre trouxe mais prejuízos do que benefícios para a causa do Reino de Deus aqui na terra!

“Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia” Salmo 139:15,16

“O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela” 1 Samuel 2:6

Explicando Êxodo 21.22,23

“Se alguns homens pelejarem, e um ferir uma mulher grávida, e for causa de que aborte (Expulsar prematuramente o feto do útero), porém não havendo outro dano, certamente será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher, e julgarem os juízes. Mas se houver morte, então darás vida por vida” 
Êx 21.22,23. (parênteses nosso)

A Palavra de Deus considera a vida de um feto como a vida de um adulto. Logo, não temos aqui uma brecha para que o aborto seja aceito. Pelo contrário. O objetivo da multa imposta a quem provocasse um parto prematuro era auxiliar a mulher em suas dificuldades. Mas se do parto sobreviesse morte, não se aceitaria reparação financeira: seria “vida por vida”. É importante notar que, no original, a palavra empregada neste contexto é yatsa, que significa, literalmente: “sair” ou “dar à luz”. Não tem o sentido de aborto voluntário.


Anchieta Campos

  • Comentários desativados em Bispo Edir Macedo defende o aborto
  • 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos)
    Loading...
  • 2839 views
  • Print

Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement