- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Voltaire, ateu, reconhece: DEUS EXISTE!

Portanto, a existência do Deus invisível é demonstrável pelos seus efeitos, pelas suas obras. O próprio escritor francês Voltaire (1694 1786), apesar de terpassado para a história como ateu e perseguidor do evangelho, escreveu certa vez em uma de suas cartas ao imperador da Prússia, Frederico II (1712-1786): “Arazão me diz que Deus existe, mas também me diz que nunca poderemos saber quem é.” Ora, Voltaire era um homem que não levava em consideração o tesouro derevelação e conhecimento que a fé pode abrir para nós; após rejeitá-la, ele procurou viver à luz da razão, acreditando tão-somente naquilo a que sua capacidade intelectual o conduzia.

Mas, apesar de sua incredulidade, Voltaire, através do raciocínio, chegou à seguinte conclusão, registrada no capítulo 2 de seu Tratado de Metafísica: “Vejo-me forçado a confessar que há um Ser que existe necessariamente por si mesmo desde toda a eternidade, e que é origem de todos os demais seres. ”  No mesmo livro, algumas páginas adiante, o famoso “ateu”declarou: “Todas as coisas da Natureza, desde a estrela mais distante até um finotalo de grama, devem estar submetidos a uma Força que os movimenta e lhes dávida.” Ora, que força é essa senão Deus?Eis aí um homem considerado por todos um terrível ateu, curvando sua cabeça em reconhecimento da existência do Criador, após maravilhar-se diante de tantas e tão sublimes provas da existência de Deus, perfeitamente visíveis na Criação!

(COSTA, 1995, pp. 30-31)

By Nivaldo Gomes

[1] [2]Compartilhar [3]